GuiaDigital.info
Produtos & Serviços Ver Categorias Notícias Agenda
   
   Ajuda

 

 

 


Saúde

Doença Celíaca, muitos tem e não sabem!

Data:10/06/2008 - 08:59

Cidade:Regional

Doença Celíaca ou Condição Celíaca:

1. O que é?

A doença celíaca é uma doença do intestino delgado, caracterizada pela intolerância permanente ao glúten. O único tratamento possível para esta doença é a dieta isenta de glúten.

2. Quais os sintomas?

Em crianças o quadro clássico é representado pela diarréia crônica, distensão abdominal e desnutrição. Entretanto, outros sintomas também podem estar presentes, como a dor abdominal, vômitos, constipação intestinal (prisão de ventre), irritabilidade, anorexia, baixa estatura, entre outros. A pessoa celíaca poderá apresentar apenas um sintoma, ou um conjunto de vários, que desaparecerão com o cumprimento da dieta isenta do glúten. Podem existir algumas doenças associadas, como o diabetes mellitus, hipotireoidismo, doenças auto-imunes, anemia ferropriva, intolerância à lactose, deficiência da imunoglobulina A e dermatite herpetiforme.

3. Como é feito o diagnóstico?

Após suspeita clínica, podem ser realizados exames laboratoriais, como anticorpo antigliadina, anticorpo anti-endomísio e anti-transglutaminase, entretanto, o diagnóstico somente poderá ser confirmado por meio da biópsia do intestino delgado. A biópsia do intestino delgado é de fundamental importância, sem ela o diagnóstico não poderá ser confirmado. Por meio da biópsia é evidenciada a atrofia vilositária e a infiltração de linfócitos intra-epiteliais. Após período sem ingerir glúten, uma nova biópsia deverá ser realizada, sendo demonstrada a normalização da mucosa intestinal, confirmando definitivamente o diagnóstico da Doença Celíaca.

4. O que é glúten?

O glúten é uma proteína presente no TRIGO, AVEIA, CENTEIO E CEVADA.

5. Por que o portador da Doença Celíaca não pode comer alimentos com glúten?

A ingestão de alimentos com glúten, ou seja, TRIGO, AVEIA, CENTEIO E CEVADA, provoca lesão no intestino delgado, impedindo a adequada absorção dos alimentos, além de desencadear ou manter os sintomas da doença.

6. Por que é importante a manutenção da dieta sem glúten?

A dieta sem glúten é o único tratamento possível para a doença. O paciente celíaco que continuar ingerindo alimentos com glúten apresenta maior risco de desenvolver outras doenças, como doenças da tireóide, fígado, rins, pele e até câncer.

7. Quais os alimentos que o celíaco pode comer?

Todos os alimentos que NÃO CONTENHAM GLÚTEN, ou seja, que NÃO SEJAM PRODUZIDOS COM TRIGO, AVEIA, CENTEIO E CEVADA. O paciente celíaco poderá comer todas as frutas, verduras e carnes.

8. Quais as farinhas que o celíaco pode comer?

Farinha de mandioca, fécula de batata, fécula de mandioca, fécula / farinha de arroz, polvilho, farinha de milho, fubá, farinha de soja.

9. Há restrição com relação ao leite?

Geralmente os pacientes desenvolvem intolerância à lactose, que poderá ser temporária. Por isso, no início do tratamento normalmente há necessidade de diminuir ou retirar completamente a lactose da dieta. Como a lactose é um tipo de açúcar presente no leite de vaca, mas também no leite produzido por qualquer outro mamífero (cabra, búfala, égua, por exemplo), o consumo de leite ou de seus derivados deverá ser restringido. Alguns pacientes poderão voltar a ingerir leite e derivados após alguns meses do cumprimento da dieta isenta de glúten, outros poderão permanecer intolerantes à lactose. Atualmente dispomos de leite com baixo teor de lactose, além de várias fórmulas alimentares sem lactose, além disso, o paciente com intolerância à lactose poderá ingerir cápsulas de lactase (enzima que digere a lactose) antes de comer produtos com leite.

10. Quais outros cuidados que o paciente celíaco deve ter com relação à sua alimentação?

Deve-se tomar cuidado com a contaminação dos alimentos com o glúten, pois sabe-se que mesmo traços do glúten nos alimentos podem desencadear os sintomas. Em casa, deve-se separar os produtos que contenham glúten dos produtos que não contém glúten. Lembrar que, sem proceder limpeza adequada, utensílios utilizados para o manuseio e preparação de produtos com glúten poderão contaminar alimentos sem glúten. Recomenda-se que alimentos geralmente consumidos com pães (geléias, margarinas, maionese, entre outros) também sejam de uso exclusivo do paciente celíaco.

Dra Mônica
Fonte: Acelbra


 

Panambi - Ijuí - Cruz Alta - Santa Bárbara do Sul

Voltar a capa das Notícias


Siga o GuiaDigital no Twitter

Visitantes:








© Copyright 2014, GDI Multimídia | Proibida sua reprodução total ou parcial